Seguem as norma de participação, regras e categorias do Bleck Belt Challenge 2022.

Normas DGS para Participantes e comitivas

Em relação aos participantes (praticantes, treinadores, dirigentes, juízes e restante enquadramento humano inscrito), o acesso a qualquer evento de natureza desportiva e de acordo com a atualização da Orientação nº 36/2020 da DGS, fica condicionada à apresentação de:
a. Certificado Digital Covid da EU, admitido nos termos do Decreto-Lei n. º 54-A/2021, de 25 de junho;
OU
b. Comprovativo de realização laboratorial de teste com resultado negativo, devendo este teste cumprir com os seguintes requisitos:
i. Teste de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), tais como RT-PCR, RTPCR em tempo real ou teste molecular rápido, até 72h antes do início do evento;
OU
ii. Teste rápido de antigénio (TRAg), realizado 48h antes do início do evento;
OU
iii. Teste rápido de antigénio na modalidade de autoteste (colheita nasal), nos termos da Circular Informativa Conjunta 011/DGS/INFARMED/INSA/100.20.200.
c. Lembramos que estas obrigações apenas se aplicam a maiores de 12 anos;
d. Reafirmamos, ainda, que todas as equipas, praticantes, técnicos e enquadramento
de todos os clubes, independentemente do nível competitivo (jogadores com idade superior a 12 anos), devem realizar testes ao SARS-COV-2 de 15 em 15 dias, podendo a Federação solicitar, aleatoriamente, o comprovativo de realização dos mesmos.
3. Em conformidade com o disposto no Ponto 7 da Orientação 014/2021, na sua versão atual, entre 25 de dezembro de 2021 e 9 de janeiro de 2022, apenas devem ser  realizados eventos que  reúnam menos de 1000 pessoas em ambiente fechado.

CATEGORIAS

  • Categoria dos 65kg aos 70kg
  • Categoria dos 71kg aos 76kg
  • Categoria dos 77kg aos 82kg
  • Categoria dos 83kg aos 87kg
  • Categoria dos 88kg ate 94kg
  • Categoria dos 95kg ate 100kg
  • Open Class Juvenil

Regras

Tempo da Luta

O tempo de duração de uma luta, definido para o Black Belt Challenge, é de 7 minutos.

Método de vitória

Submission/Finalização

Se o árbitro observar que um atleta está submetendo por sinais físicos ou verbais, ele terminará a competição e dará a vitória para o outro atleta, independentemente, da contagem de pontos.
O árbitro também pode optar por parar a competição e declarar uma finalização, se ele verificar que um atleta está em perigo físico imediato por uma técnica corretamente aplicada. Nas divisões das crianças, os árbitros sempre entrarão em ação quando um atleta estiver em perigo físico imediato. Nas divisões dos adultos, os árbitros serão significativamente prudentes no exercício deste direito de interromper uma competição. Na grande maioria das situações, nos combates entre os adultos, o árbitro permite pedidos para continuar até uma submissão.

Um atleta pode dar sinal de submissão por:

  • Bater com a palma da mão contra qualquer superfície de forma visível;
  • Bater com os pés contra qualquer superfície, caso este não consiga usar as mãos para bater;
  • Solicitar, verbalmente, ao árbitro que interrompa a competição (se ele não conseguir tocar com as mãos e nem com os pés);
  • Solicitar que a competição seja interrompida, caso o atleta se lesione, se sinta fisicamente incapacitado ou inadequadamente preparado;
  • O treinador de um dos atletas pode solicitar o final da competição, dirigindo-se ao árbitro ou atirando a toalha para a área de luta por qualquer motivo;
  • Quando um atleta está numa posição de finalização e ele gritar ou verbalizar a interjeição “Aa!” ele vai ser interpretado como se tivesse batido.

Lesões

Quando um atleta sofrer uma lesão acidental durante o combate, será dado até 3 minutos para se recuperar. O cronometrista irá parar a contagem do tempo. Se o atleta indicar que é oportuno continuar antes dos 3 minutos, o combate pode recomeçar.
Se o atleta for impossibilitado de recuperar durante os 3 minutos, o combate será declarado interrompido e este receberá assistência médica fora do palco.
Caso a intervenção médica for necessária, de seguida, os juízes e o árbitro podem verificar, em conjunto com o médico, a viabilidade de o combate prosseguir.
Qualquer violação das regras, qualquer tipo de protelação tática que diminua a ação. Falta de espírito desportivo e faltas mediante uma infração, o árbitro punirá o/os atleta(s), alertando e apontando para o mesmo(s). Depois de duas infrações, ou de acordo com o critério do árbitro, o combate pode terminar, com o atleta infrator a ser considerado perdedor e o adversário o vencedor.

Movimentos Ilegais

  • Agarrar dedos, orelhas, cabelos, dedos do pé ou outra extremidade.
  • Nenhum tipo de enforcamento pela traqueia com as mãos
  • Ataques coluna
  • Regras gerais o atleta vencido dar-se-a (pelo menos dois toques rápidos sobre o adversário no tatame), a apresentação verbal (voluntária ou involuntária), ou ser impossibilitado de continuar o combate devido a lesão.

Amarração – Falta de Combatividade

É considerado amarração segurar o adversário em uma posição sem tentar melhorar ou finalizá-lo por mais de 15 segundos, levantando-se para soltar o adversário, ou qualquer outra posição que tenha por objetivo parar o combate. Se um atleta está parado, o árbitro faz o gesto que indica isso e o adverte verbalmente. Ele pode advertir verbalmente o atleta com frases como: “Ação ” ou “você tem que se mover” ou “você tem que trabalhar.”

As consequências para as paradas serão as seguintes:

  • Na primeira infração o infrator receberá uma advertência verbal.
  • Na segunda infração o infrator perderá um ponto por penalização.
  • Na terceira infração o árbitro irá reiniciar a luta em pé e o infrator perderá o segundo ponto por penalização.
  • Após a terceira infração, o árbitro desqualificará o atleta infrator

Ponto por Penalidade = Ponto Negativo

 

Cada ponto por penalização atribuído a um atleta será subtraído de sua pontuação final, com um limite de 3 pontos
de penalidade. Após a terceira infração, o árbitro desqualificará o atleta.

 

Qualquer das ações abaixo serão consideradas faltas menores:

Quando o atleta se ajoelha, senta ou deita antes de fazer contato com o seu adversário. Quando qualquer atleta corre para qualquer dos limites exteriores da área do tatame, foge do confronto engatinhando ou rolando para fora da área de competição designada, ou fica de pé para evitar propositadamente o envolvimento com o adversário, ou sai da referida área para ganhar tempo. Quando o atleta evita o contato com o adversário, tirando o kimono ou permitindo que ele seja retirado com a intenção de parar a competição, para descansar ou para evitar os ataques de seu adversário. Quando o atleta pega no Kimono dentro das mangas ou calças.

As consequências para as faltas menores serão as seguintes:

  • Na primeira infração o infrator receberá uma advertência verbal.
  • Na segunda infração o infrator perderá um ponto por penalização.
  • Na terceira infração o árbitro irá reiniciar o combate em pé e o infrator perderá o segundo ponto por
  • penalização.
  • Após a terceira infração, o árbitro desqualificará o atleta infrator Árbitro irá estar no palco para inspecionar os atletas e conduzi-los ao combate; deve assegurar que as regras sejam cumpridas e irá aconselhar os atletas quando estes se aproximarem demasiado da borda do tapete, nesta situação, o combate será interrompido e será reconduzido para o centro do tapete na mesma posição. Caso não haja acordo entre os atletas, ao nível do posicionamento, em geral, é necessário um alto padrão de espírito desportivo, nomeadamente, antes, durante e após os combates.